A ABPS

ABPS – Associação Brasileira de Psicodrama e Sociodrama

Histórico

 

I – O Psicodrama

O psicodrama pode ser brevemente definido como um corpo de conhecimento filosófico, teórico e prático criado e desenvolvido por Jacob Levy Moreno, que propôs uma verdadeira revolução ao considerar que a vida intrapsíquica do ser humano é constituída pelos vínculos que o mesmo estabelece em sua vida inter-relacional (devendo, portanto, assim ser compreendida e tratada) e por enxergá-lo como um ser complexo que é constituído por corpo e mente, razão e emoção.

Moreno concebia o homem como um ser capaz de criar e estabelecer inter-relações transformadoras, saudáveis e profundas. Sua visão de saúde pode ser definida como a possibilidade de desenvolver relações empáticas recíprocas no desempenho de inúmeros papéis sociais com crescentes graus de espontaneidade, evoluindo sempre para a libertação de padrões sociais repetitivos pré-estabelecidos.

Essa nova compreensão do ser humano com suas consequentes aplicações, visando não somente seu desenvolvimento enquanto indivíduo, mas também como parte da sociedade, nasceu na Europa, evoluiu nos Estados Unidos da América e expandiu-se mundo ocidental afora, chegando ao Brasil inicialmente através de psicólogos e sociólogos nos anos 50 e 60.

Ao final da década de 60 o numero de interessados em conhecer mais profundamente o psicodrama aumentou propiciando a formação de grupos de profissionais que se propunham a aprender e disseminar o então novo conhecimento. Este movimento resultou, em 1970, na institucionalização do ensino do psicodrama no Brasil.

 

II – A ABPS

É nesse cenário, que nasce a Associação Brasileira de Psicodrama em 03 de dezembro de 1970, sua história fundindo-se à história do psicodrama no Brasil.

Sua fundação significou a concretização do sonho de 21 jovens profissionais que objetivavam a formação de novos psicodramatistas através da organização de cursos, vivências, debates, congressos, publicações científicas e promoção de intercâmbio com instituições congêneres nacionais e internacionais.

Hoje, decorridos 47 anos, o que se encontra é uma instituição forte, que conta uma história de formação de profissionais gabaritados que perpetuam o sonho dos fundadores, indo além, expandindo-se através dos ideais das novas gerações, sempre em busca do desenvolvimento de uma sociedade mais saudável. Sua marca, pautada na ética, no respeito e no amor, é perceptível e contagiante a todos que nela se inserem e formam-se.

Atualmente, está sediada na Rua São Samuel 141, entre o metrô Vila Mariana e Santa Cruz, São Paulo (SP), em uma casa acolhedora, que reflete o clima institucional, promovendo os Cursos de Formação em Psicodrama com foco Psicoterápico, destinado a médicos e psicólogos, e, de Formação com foco Sócio- Educacional, proposto a profissionais de diferentes áreas que se disponham a trabalhar em prol do desenvolvimento profissional e pessoal de grupos diversos. Responsabiliza-se ainda, pela educação continuada de seus profissionais, desenvolvendo – os não somente em seus respectivos papéis, como formando – os pedagogicamente para assumirem os papéis de professores e professores supervisores das futuras gerações.

Sua preocupação com a formação científica tem obtido reconhecimento, recebendo vários prêmios nos  Congressos Brasileiros de Psicodrama  em diferentes categorias, artigos e livros publicados e forte representação em congressos e encontros nacionais e internacionais

Conta em sua biblioteca com um acervo de todos os livros de J. L. Moreno e de grande parte das obras de autores nacionais, além de monografias e dissertações apresentadas em seminários, jornadas, encontros e congressos nacionais e internacionais, de diferentes áreas de atuação, tais como saúdeinstitucional, organizacional e educação.

Desenvolve trabalhos de cunho social através do atendimento psicoterápico realizado em sua clínica escola e em parceria em instituições sociais de saúde e educação.

A ABPS foi sócia fundadora da FEBRAP – Federação Brasileira de Psicodrama criada em 1976, que tem como finalidade a união das instituições brasileiras formadoras de psicodramatistas. Sua atuação junto à federação sempre foi notável, contribuindo não somente no âmbito legislativo como no executivo, e é atualmente representada por nossa querida associada Rosa Lídia Pacheco Pontes no cargo de Presidente da Diretoria Executiva.