ABPS

Fobia Social: é mais comum do que parece e tem tratamento. 18 jul

Fobia Social: é mais comum do que parece e tem tratamento.

Dificuldade de socializar e introversão podem não ser só timidez. Entenda mais sobre Fobia Social e como o Psicodrama atua no tratamento deste transtorno.

Você já deve ter sentido suas mãos suar antes de uma entrevista de emprego, ou seu coração bater mais forte ao reencontrar uma pessoa querida, ou ainda ter o estômago embrulhado minutos antes de uma apresentação em público, não é mesmo?

Essas são sensações bastante comuns do dia a dia de qualquer pessoa, no entanto, quando este nervosismo, esta excitação, dá lugar a um fator inibidor de interação social, há aí um sinal de alerta.

Vamos falar de Fobia Social?

A Fobia Social ou Transtorno de Ansiedade Social é um transtorno psiquiátrico relacionado justamente a este desconforto sentido durante a interação com outras pessoas ou durante a exposição extrema de quem o sente. Ao falar em público, por exemplo, o medo de perder o controle da situação, de ser alvo de julgamentos e de chacotas, pode ser paralisante.

Para quem sofre deste transtorno não só falar para uma grande audiência, mas simples ações como comer em locais públicos, entrar em lugares cheios, confraternizar com desconhecido sem um evento social ou uma ida ao cinema podem ser igualmente angustiantes.

Quando esta linha tênue que separa a timidez da fobia se desfaz, é preciso ter atenção a alguns sintomas e procurar ajuda, para que a ansiedade não comprometa seu bem-estar e seu convívio no âmbito pessoal, familiar e profissional.

Alguns sintomas de Fobia Social

Quem sofre de Fobia Social ou Transtorno de Ansiedade Social pode apresentar sintomas físicos como rubor fácil, respiração ofegante, sudorese excessiva, taquicardia, mal-estar gastrointestinal, tremor e alteração na voz. Além disso, o diagnóstico é dado por um médico quando se observa:

  • Um desconforto intenso que dura mais de seis meses;
  • Um medo relacionado a uma ou mais situações sociais, mas quase sempre ocorrendo na mesma situação ou situações;
  • Um medo do julgamento negativo de outras pessoas;
  • Um movimento de evitar toda e qualquer situação que envolva outras pessoas;
  • Um medo desproporcional ao perigo verdadeiro;
  • Uma angústia significativa que prejudica o desempenho de atividades sociais e de trabalho.
A Fobia Social tem tratamento

De 3,5% a 16% da população mundial apresenta índices relativamente altos de Fobia Social. É uma condição bastante comum e pode ser tratada com diferentes terapias, ferramentas e metodologias aplicadas principalmente (e preferencialmente) por profissionais da psicoterapia, psicologia e psiquiatria.

O Psicodrama é uma dessas abordagens utilizadas e prevê o desenvolvimento e o estímulo da criatividade e da espontaneidade, melhorando a comunicação e o relacionamento interpessoal. É uma abordagem que privilegia a interação do indivíduo com o meio em que vive no seu processo de formação.

Trabalhar o Transtorno da ansiedade Social por meio de exercícios do psicodrama significa trazer, literalmente, para o palco as questões do seu eu verdadeiro para serem entendidas e resolvidas.

Você é o seu agente de transformação

É humanamente impossível agradar e atender a todos, sabemos disso. Mas fazer valer esta máxima pode ser um grande desafio. Por isso, manter-se informado ou informada e buscar por ajuda profissional são bons caminhos para vencer os bloqueios da Fobia Social. Alie a estas recomendações a vontade de querer mudar e encontrar o seu caminho para uma segurança interior.

Sinta-se livre para fazer o que mais gosta, sem culpas, sem remorsos e, principalmente, sem medos. Siga a ABPS nas redes sociais e deixe um comentário para a gente. Inscreva-se para receber nossa newsletter (que se encontra no final da página) e fique por dentro de nossos conteúdos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.